Consentimento de Cookies por Free Privacy Policy Generator Atualizar preferências de cookies

Litero

Estudar no exterior é o sonho de muitas pessoas. Seja para graduação, pós-graduação, mestrado ou doutorado, a experiência ajuda a melhorar o currículo. Mas a preparação para que tudo aconteça, começa bem antes da viagem em si. Estrangeiros geralmente precisam de visto (às vezes de  estudo e trabalho) e, além disso, precisam fazer a tradução de passaporte e outros documentos pessoais. 

Nesse sentido, a Lítero pode te ajudar! Abaixo, listamos 5 dicas para quem vai estudar fora do país. Assim, você não tem problemas em nenhuma das etapas. Continue lendo e confira!

Como se preparar para estudar fora do país?

Em primeiro lugar é preciso ter planejamento. Comece a se preparar com antecedência. Mas quanto tempo é o correto? Em média um ano!

Cada país tem regras diferentes. Além disso, você precisa estar com todas as normas de admissão da instituição de ensino em dia. Por isso, se planejar é a melhor forma de não enfrentar dificuldades e ter tempo suficiente para não perder nenhum passo ou data importante. 

Qual é o melhor lugar para estudar no exterior?

De acordo com a Associação Brasileira de Organizadores de Viagens Internacionais e Culturais (Belta), quando o assunto é estudar no exterior, os brasileiros buscam mais por 6 países: 

  • Canadá;
  • Estados Unidos; 
  • Austrália;
  • Irlanda;
  • Inglaterra;
  • Nova Zelândia. 

Mas, qual o melhor país, afinal? A maioria busca por programas em inglês. Sendo assim, os países da Europa muitas vezes ficam em segundo plano. Essa não é uma regra geral. Dessa forma, é preciso ter em mente os custos. Passar um tempo fora não é uma coisa tão barata. Então, busque por países (e cidades) que ofereçam bolsas de estudo ou programas mais acessíveis. Além disso, você pode procurar por países que aceitem que você trabalhe enquanto estuda. Basta tirar o visto de trabalho. O dinheiro pode te ajudar a se manter lá com mais conforto e segurança!

Dicas para quem vai estudar no exterior

1 – Pesquise sobre a cultura e costumes do país escolhido

Busque sites oficiais e pesquise tudo que você puder. A maioria dos países recebe estudantes internacionais possuem sites com informações completas. E, além disso, você pode buscar na rede sobre a cultura local e até sobre os costumes. A religião do país, por exemplo, pode diferir da sua. Portanto, é preciso estar ciente das tradições locais. 

2 – Faça o planejamento financeiro

Talvez essa seja a parte que mais preocupa quem está se preparando para estudar no exterior. Os custos são altos, mas não existe nada que seja impossível. Mais uma vez: a palavra-chave aqui é planejamento. Busque períodos mais em conta (fora da alta temporada). Outra dica é buscar por passagens aéreas em promoção. Às vezes pode ser uma vantagem pegar um voo com paradas para deixar os custos mais em conta. 

Pesquise também se a instituição que você vai não exige uma reserva bancária. Em alguns países, você tem que “provar” que consegue se manter por determinados períodos. Pode ser necessária ainda uma carta oficial do seu banco para comprovar seu extrato e suporte financeiro. Não se esqueça de considerar a moeda local. 

3 – Prepare a documentação

Para estudar no exterior, a parte burocrática é, muitas vezes, a mais demorada. Sendo assim, depois que seu pedido for aprovado pela instituição de ensino escolhida, você precisa começar a providenciar os documentos exigidos. Existem vários, mas os principais são: 

  • passaporte; 
  • visto de estudante;
  • passagem aérea;
  • hospedagem/moradia;
  • carta de aceitação da instituição. 

A dica aqui é para não deixar nada para cima da hora. Geralmente é preciso contratar empresas para ajudar na tradução de documentos técnicos. Lembrando que se você quiser (e puder) trabalhar enquanto estuda, existem ainda outros documentos exigidos, como visto de trabalho e histórico bancário, por exemplo. 

4 – Converse com outras pessoas que já passaram pela experiência

Só quem já passou pela experiência sabe como ela é vantajosa. Sendo assim, procure comunidades de pessoas que tinham o mesmo sonho de estudar no exterior para compartilhar histórias. Uma boa estratégia é procurar grupos em redes sociais e páginas de blogs que falem mais sobre o assunto. 

5 – Prepare-se emocionalmente

No momento em que você decidir estudar no exterior, você precisa preparar o seu emocional. A pior parte da experiência é ficar longe da família e amigos. 

Portanto, prepare-se! Talvez seja preciso lidar com a ansiedade e com as tarefas da sua nova rotina. Não ter alguém conhecido e de confiança pode atrapalhar sua experiência e os resultados. Procure sempre se comunicar adequadamente e na língua do país onde escolheu viver. 

A Lítero te ajuda com a sua viagem!

Nossa empresa pode te ajudar a realizar seu sonho de estudar no exterior. A Lítero possui mais de 10 anos de mercado e faz traduções livres, de documentos como passaportes, cartas de inscrição e traduções juramentadas. Nossos profissionais estão prontos para lhe atender. Além disso, oferecemos condições de pagamento facilitadas. 

Solicite agora seu orçamento. Tiramos um pouco da parte burocrática e agilizamos a entrega dos seus documentos. Entre em contato e solicite ajuda da nossa equipe!

Abrir bate-papo
Escanear o código
Olá 👋
Com podemos ajudá-lo?
Ao fornecer seus dados pessoais, você concorda em receber comunicações da Lítero Traduções, incluindo newsletters, ofertas especiais e atualizações sobre nossos serviços. Seus dados serão tratados com confidencialidade e não serão compartilhados com terceiros sem sua autorização. Você pode cancelar sua assinatura a qualquer momento clicando no link de cancelamento de inscrição enviando a palavra "cancelar".

Eu concordo em receber comunicações do Lítero Traduções conforme descrito acima.